© 2017 por Dataminas

Últimos clientes e parceiros

PESQUISAS POLÍTICO-ELEITORAIS

Entender o que as pessoas pensam é a melhor forma de se obter eficiência política. Neste sentido, o Instituto Dataminas oferece pesquisas pré-eleitorais, eleitorais e governamentais. Elas podem ter metodologia quantitativa ou qualitativa.  

ABORDAGEM PRÉ-ELEITORAL

Para se obter um bom desempenho eleitoral e vencer eleições, é fundamental um planejamento prévio. Esse tipo de estudo fornece ao cliente um diagnóstico completo do cenário político anterior ao lançamento das candidaturas, levantando dados que permitem definir melhor os candidatos, as alianças e as coligações, além de propiciar o desenvolvimento mais aprimorado de estratégias de campanha, medindo o potencial de adversários, captando demandas e percepções populares, dentre outras informações valiosas em uma disputa política.  Possibilita aos candidatos e partidos conhecerem as intenções de voto e a conjuntura política, revela os perfis desejados, o nível de conhecimento, de rejeição e o potencial de crescimento de cada candidato. Essas sondagens, geralmente, são feitas cerca de um ano antes da homologação das candidaturas. 

 

ABORDAGEM ELEITORAL 

Executar bem uma campanha exige conhecimento acerca da opinião pública, de modo que se possa formular as mensagens políticas mais eficientes, explorar aspectos positivos da candidatura, minimizar aspectos negativos, além de monitorar os adversários. O Dataminas realiza pesquisas eleitorais no âmbito municipal fornecendo dados extremamente relevantes, como potencial de migração de votos entre candidatos específicos, monitoramento das intenções de voto nos diversos estratos sociais e localidades geográficas, tendências do eleitorado, rejeições, audiência de meios de comunicação locais, avaliação popular da propaganda dos candidatos, peso de cabos eleitorais na decisão do voto, dentre outras. 

 

ABORDAGEM GOVERNAMENTAL

A administração pública e política eficiente não pode prescindir de um bom monitoramento da opinião pública. Esse tipo de sondagem permite ao governos e partidos que estão no poder medir a eficácia de suas ações e o nível de conhecimento da população sobre as mesmas. Também é possível conhecer as principais demandas da população para direcionar melhor os investimentos e definir as políticas públicas. Além disso, as pesquisas de avaliação governamental traz ao gestor informações que, dificilmente, lhes seria fornecida por outros meios de forma precisa, como críticas a setores específicos da gestão, rejeição a membros do governo e percepções populares negativas acerca de formas de agir do governo. A obtenção de um balanço dos pontos fracos e fortes da gestão na percepção dos cidadãos é fundamental para o aprimoramento da administração pública. Tais pesquisas pode ser igualmente uteis para partidos e políticas de situação ou de oposição. Geralmente ocorrem antes das pesquisas de abordagem pré-eleitoral.